29 maio 2015

Degradação ambiental x degradação pessoal: O que vem antes? – Emiliano Lôbo de Godoi

por há 3 anos atrás
Artigos | Sustentabilidade
Degradação ambiental x degradação pessoal: O que vem antes? – Emiliano Lôbo de Godoi

Em minha história profissional sempre atuei na área ambiental. Tive o privilégio de acompanhar grandes debates e conhecer importantes personagens dessa área. Pude apreender muito e ensinar um pouco.

Pude ver o tema da degradação ambiental cada vez mais presente em nosso dia a dia. Desmatamentos, áreas contaminadas, poluentes do ar e do solo e diversas outras formas de agressão aos recursos naturais ganham cada vez mais destaque.

São raros os dias em que não nos deparamos com notícias que tratam de questões ambientais. É impossível imaginar alguma atividade que não seja afetada pelas alterações ambientais que a humanidade está promovendo.

Trabalhamos na universidade com pesquisas que buscam caminhos mais sustentáveis. Pesquisas que permitem apontar diversas formas de controle ambiental, além de monitorar a qualidade do ar, da água do solo. Elaboramos propostas de práticas construtivas mais sustentáveis, ciclo de vida de produtos menos impactantes, legislações ambientais mais adequadas e muito mais. Tentamos cumprir nosso papel.

Entretanto, cada vez mais me pergunto: é possível tratar da degradação ambiental sem antes tratar da degradação da sociedade? Podemos ter um ambiente equilibrado com pessoas desequilibradas?

Antes de falar de degradação ambiental devemos avaliar como nossa presença contribui na qualidade do ambiente em que vivemos. Somos elementos que agregamos ou desagregamos; tentamos contribuir ou retirar; promovemos a harmonia ou o conflito?

Antes de falar de degradação ambiental devemos cuidar do equilíbrio entre corpo e alma; das relações com as pessoas; de como tratamos de nossa história e de nossa cultura.

Somos elementos de irradiação e cabe a nós escolher o quê irradiar. Podemos escolher irradiar bons pensamentos, boas palavras e boas ações, ou podemos optar por pensamentos negativos, palavras ofensivas e ações negativas. A escolha é nossa!

Recebemos todos os dias a oportunidade de recomeçar e fazer as escolhas corretas.

Temos que ter clareza de nosso real papel na sociedade. Temos que viver o presente como o maior presente que podemos receber.

O meio ambiente começa aqui!

Olhar para fora parece fácil… Olhar para dentro parece impossível!

Emiliano Lôbo de Godoi
Professor, doutor da Escola de Engenharia Ambiental e Sanitária da Universidade Federal de Goiás (UFG)
emiliano@ufg.br