Lixo Ritmado, Batuque Reciclado – Mitos Projetos Socioculturais

O projeto Lixo Ritmado, Batuque Reciclado foi criado, tendo sua orientação pelo viés da reutilização dos materiais descartados, especificamente no campo da música.

Iniciado em 2006, originário das oficinas de percussão com lixo e sucata, ministradas pelo grupo Vida Seca, o projeto tomou corpo com a parceria da Mito Projetos Socioculturais, que fez com que este fosse viabilizado inicialmente por meio da lei municipal de incentivo à cultura, de Goiânia, que culminou com a formação do primeiro bloco do projeto, envolvendo estudantes de escolas municipais do Jardim Novo Mundo, na Capital.

A partir de então, o projeto atuou em diversas comunidade, sempre incluindo crianças e adolescentes de baixa renda. Ao longo desses anos, mais de 20 blocos foram formados, com a participação de quase mil alunos. Os dois grupos mais antigos são o bloco Vida Nova, iniciado em 2007, e integrado basicamente por filhos e filhas de catadores de material reciclável, e o Batuque Revolução, em atividade desde 2006, composto por filhos de famílias de baixa renda de Aparecida de Goiânia, na região metropolitana, que dão um show de ritmos com bela qualidade técnica.

Em 2009 e 2010, o projeto foi implantado em diversas unidades do Programa Nacional de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), em parceria com a prefeitura de Aparecida de Goiânia.