Caldo de legumes, a dica para não desperdiçar nada na cozinha

4 de novembro de 2016, por em Lixo, Sustentabilidade
Caldo de legumes, a dica para não desperdiçar nada na cozinha

Nunca as pessoas estiveram tão antenadas na busca de uma alimentação saudável, abundante em nutrientes e livre de agrotóxicos. A esses ingredientes que ditam a boa mesa os tempos modernos se encarregaram de agregar mais um: o não desperdício de alimentos. Assim, novos hábitos vão sendo incorporados ao cotidiano das pessoas e formando em torno da alimentação a mentalidade de que o desperdício é desumano, imoral e insustentável.

É com esse olhar que a expert em comida vegetariana e vegana Beth Moura desenvolve toda a sua culinária. “Existem muitas possibilidades para reaproveitar alimentos, e as receitas são simples, de baixo custo e muito saborosas”, diz ela. Aqui, Beth ensina como aproveitar as sobras e combater o desperdício.

Receita – Caldo caseiro de legumes

Ingredientes e utensílios:

  • 2 colheres de sopa de óleo vegetal;
  • 3 xícaras de cascas de legumes, talos, folhas, migalhas, tudo bem lavado (não usar batatas inglesa e doce),
  • 12 xícaras de água (o equivalente a dois litros e meio);
  • 1 panela grande com capacidade de 3 a 4 litros;
  • 1 colher grande de plástico duro ou de pau.
  • Importante: não colocar sal no caldo.
  • O sal é a gosto e vai no prato que receberá o tempero de legumes.

Modo de fazer:

  • Aqueça o óleo na panela e adicione as sobras.
  • Cozinhe por 1 minuto, misturando tudo.
  • Acrescente a água e leve ao fogo alto por 1 minuto.
  • Diminua o fogo e ferva em temperatura baixa por 20 minutos, tampado.
  • Escorra o caldo em um recipiente, vidro ou pote, e guarde.
  • O caldo pode ser colocado em cubos de gelo e usado em sopas e outros pratos.
  • Combina, e dá um sabor diferente e natural ao arroz.

A alimentação incorporada em seus princípios

Vegetariana há 30 anos, e depois vegana, Beth Moura mudou os hábitos alimentares pensando a princípio em proteger os animais e a natureza. Hoje, à frente de sua empresa, a Sóbria Mesa, e ao lado da sócia Olívia Bolliger, Beth produz quitutes, guloseimas e pratos refinados, utilizando ingredientes naturais; ministra oficinas para grupos interessados nessa culinária e para comunidades de baixa renda, assistidas pela ONG AboutFace Brasil. Por meio da culinária, Beth ensina sua arte e divulga os conhecimentos dessas duas cozinhas milenares, que tratam os alimentos como algo sagrado, onde nada é jogado fora. O lixo é reintegrado à natureza e volta para a terra, num ciclo dinâmico, de vida e equilíbrio.

 

Beth Moura em trabalho voluntário pela AboutFace Brasil ensina grupo a aproveitar a maior parte dos vegetais nas receitas, usando talos, folhas e sementes

Beth Moura em trabalho voluntário pela AboutFace Brasil ensina grupo a aproveitar a maior parte dos vegetais nas receitas, usando talos, folhas e sementes.